Ir para o conteúdo

Prefeitura de Sabino e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Sabino
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook Sabino
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
08
08 AGO 2022
VIGILÂNCIA SANITÁRIA
SEMANA ESTADUAL DE PREVENÇÃO E CONTROLE DA LEISHMANIOSE VISCERAL
enviar para um amigo
receba notícias
A leishmaniose visceral é uma doença infecciosa grave que pode atingir pessoas e animais, e principalmente cães. É causada por um parasita do gênero Leishmania e transmitida pela picada do inseto “mosquito palha” (lutzomyia longipalpis) infectado. Não há transmissão direta dos animais para as pessoas, nem entre contato direto de cão para cão. Sinais e sintomas mais comuns em animais: Perda de apetite, emagrecimento rápido, diarreia e vômito, feridas no focinho, orelha e na pele, queda de pelos e sangramentos intestinais. Sinais e sintomas mais comuns em humanos: Febre prolongada, anemia, emagrecimento, fraqueza e cansaço, aumento do baço e fígado, diarreia e inflamação dos gânglios linfáticos. Formas de prevenção: • Use coleira repelente no cão a base de deltametrina a 4% para protegê-lo da picada do inseto; • Fique atento a saúde de seu cão, leve-o ao veterinário se identificar os sintomas; • Manter o quintal sempre limpo, sem acúmulo de lixo, fezes, folhas e frutos apodrecidos pois o mosquito palha se desenvolve em terra úmida e com matéria orgânica em decomposição; • Use telas (malhas 1mm) nas janelas e portas e embale sempre o lixo; Mantenha os cuidados preventivos, a leishmaniose visceral é altamente letal, qualquer sintoma humano procure o centro de saúde mais próximo e leve seu cão regularmente ao médico veterinário.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia